Imagine uma situação na qual um Concept Artist precise criar uma daquelas catedrais góticas gigantescas, tanto exterior como interior, e ainda criar tanto objetos que fazem parte do altar e como aqueles usados na celebração.  Não acho que seria fácil…

Não sei se é esse seu caso, mas eu sempre me confundi bastante com estilos arquitetônicos. Românico, Gótico, Gótico tardio, Barroco, Renascentista, Clássico. Pensando nisso, pretendo postar aqui – na medida do possível – um guia rápido de estilos de arquitetura. (Todos?  Não sei… talvez alguns. Vamos ver.)

Como o objetivo não é fazer nada acadêmico, tentarei apenas identificar e ilustrar algumas características principais, de modo a facilitar seu reconhecimento e, portanto, facilitar a criação do desenho.

Acha que são detalhes? Talvez… mas penso que pra fazer direito, tem de conhecer a respeito, mesmo que seja o mínimo necessário. Então, boralá!

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS – ESTILO GÓTICO:
(clique nos links p/ ver exemplos de cada)

1. Catedrais altíssimas

2. Abóbadas com traves

3. Arcos pontiagudos

4. Contrafortes e Arcobotantes externos (suportes em alvenaria p/ suportar peso)

5. Janelas laterais imensas e com vitrais ( interior da igreja muito iluminado)

6. Presença de Rosácea (grande janela circular, sempre na entrada da igreja)

7. Rendilhado (armação de pedra que emoldura as janelas)

8. Presença de Gárgulas e estátuas (ricamente decorado)

9. Torres principais muito altas e arrematadas por flechas, além de várias torres menores, também com flechas p/ o alto.

10. Plantas baixas em formato de cruz

A HISTÓRIA RESUMIDA:  Por volta de 1200 à 1500 a.C, os construtores medievais ergueram catedrais com estruturas muito elaboradas e altíssimas. Algo sem precedentes na arquitetura até então (no caso, Bizantina, Românica, Grega, Egípcia e Pré-histórica).  Essas catedrais imensas só foram possíveis devido a dois desenvolvimentos-chave da arquitetura: as Abóbadas com TRAVES (em inglês VAULTS) e os suportes externos chamados ARCOBOTANTES.

Na verdade, as abóbadas com traves e os arcobotantes já há muito eram usados , mas o que caracteriza o modelo Gótico é algo muito particular e facilmente identificável: o ARCO PONTIAGUDO e o CONTRAFORTE.

Para saber mais sobre o estilo e suas variações, clique aqui.

FONTES USADAS NA PESQUISA:

OUTROS POSTS QUE PODEM SER DE SEU INTERESSE: