Sem muitas delongas, vamos ao ponto. Abaixo, as armas usadas no filme Avatar, todas criadas pela Weta, produtora localizada na Nova Zelândia (que, a propósito, sou fanzaço!) que já fez trabalhos para filmes como Distrito 9, Senhor dos Anéis e Van Helsing, entre outros.  O 3D está muito bacana, mas eu sinceramente gostaria de ver os desenhos originais e sketches. Enfim, se rolar, atualizo o post.

Quanto às  artes de ambientes, cenários, personagens e criaturas, aí já é mais complicado. Os artistas e produtoras liberaram apenas umas poucas imagens, que já foram amplamente divulgadas e que você provavelmente já viu. Mas não desanime, porque no video ”Avatar Art“, da CristiMarin, logo abaixo, tem várias artes que eu garanto que você ainda não conhece. Veja lá:

Alguns dos feras responsáveis pelas artes são James Clyne, TyRuben Ellingson, Ben Procter e Neville Page. Passa lá nos respectivos sites que você não vai se arrepender.

AAAAhh, lembrei de uma coisa, um dos primeiros posts do Blog, em 08 de abril, foi sobre o trabalho de Page e Procter no filme Tron Legacy. No texto eu mencionei um podcast sobre Comics, Arte e Cultura Pop que ele participou chamado “SideBar“. A conversa com Neville Page (pronuncia-se “névou”), além de mostrar várias histórias dos bastidores da produção de Avatar, foi divertidíssima.

Pra ter uma idéia, numa passagem ele menciona que ignorou, por três vezes, a ligação de “um tal J. J. Abrams“, que queria contratá-lo pra fazer “um filme de monstros”. Hilária a parte que ele confessa “po, tem um cara aí, recém formado em cinema, querendo fazer um filme de monstro e quer que eu faça o design. Ah, depois eu ligo”. (ele já estava bastante ocupado com Avatar). Alguns dias depois,  Scott Robertson (responsável pela série de DVDs de treinamento TheGnomonWorkshop), parceiro no estúdio e colega de classe no Art Center College of Design, o liga pedindo encarecidamente que retone as várias ligações “DO” JJ Abrams, o PRODUTOR DE LOST! Só então foi que ele se ligou quem era. Detalhe: esse filme de monstro seria o “Cloverfield“. Mais tarde ele voltaria a trabalhar com J.J. Abrams no filme Star Trek.

  • Veja o podcast com a participação de Neville Page para o Sidebar AQUI.
  • E veja a entrevista de Neville Page, em video, no lançamento de STar Trek, AQUI.

Agora, voltando à Avatar… Se tiver a fim de ver ainda mais, sugiro o livro “The Art of Avatar“. Como sempre, no ParkaBlogs você confere o review. Logo abaixo, uma prévia do conteúdo do livro. Essa e outras imagens também estão disponíveis no Flickr do Parka

Ah, uma dica, se tiver intenção de comprar mesmo o livro pela Amazon, faça-o clicando direto do parkablog. Assim o cara ganha uma porcentagem da venda. Poxa, o trabalho de análise de livros de arte que ele faz é foda, então, custa nada a gente dar um suporte pra ele continuar fazendo esse belo trabalho que, por enquanto, é 100% voluntário. É isso.

OUTROS POSTS QUE PODEM SER DE SEU INTERESSE: