Galera, pra comemorar os 6 meses de THECAB, no próximo dia 01, temos o prazer de publicar uma entrevista exclusiva que fizemos com um cara que sempre está por aqui e que sempre nos inspira com seus vídeos matadores: Feng Zhu, fundador da FZD School of Design, em Singapura. Foi realmente um grande prazer trocar uma idéia com esse talentosíssimo artista. Espero que vocês curtam tanto quanto eu curti fazer. : )

Olá, Feng!  Primeiro, obrigado pelo seu tempo e disposição em falar com a gente. Nós estamos realmente muito contentes com isso.  Pra começar, nos dê um resumo sobre sua formação e sua carreira antes da FZD.

Olá e obrigado por me convidar para essa entrevista. Eu sou sempre agradecido por poder compartilhar minha experiência com a comunidade de concept design.

A busca da correta formação

Eu tive uma longa vivência de desenho quando criança. Meus pais davam muito apoio quando se tratava de jogar video game e assistir a filmes. Contanto que eu mantivesse minhas notas bas, eu podia jogar quanto game eu quisesse. Isso certamente fez com que eu me apaixonasse pela industria do entretenimento. Está no meu sangue.

Quando eu tinha 18 anos entrei na Universidade da California, Berkeley, me formando em arquitectura. Mas apenas 1 ano depois eu percebi que esse carreira não iria me levar pra Hollywood. Em 1996 eu abandonei a Berkeley e ingressei na Art Center College of Design, em Pasadena, me formando em Desenho Industrial.

Começando a carreira e aprendendo

Depois do ACCD eu rapidamente criei meu caminho na concorridíssima carreira de concept design. Meu primeiro trabalho profissional foi como Concept Designer na Wing Comander Games, na Origin Systems (agora parte da Eletronic Arts). De lá eu passei de estúdio em estúdio e acabei na BluR Studio, em Venice, California. A Blur mudou minha carreira completamente.

 

Esse estúdio pegou uma grande diversidade de projectos, indo de video games e filmes a 3D, design de parques temáticos e comerciais de TV. E como eu era o departamento de Concept Design, tive de trabalhar em todos eles! Meu portfolio explodiu no final do meu segundo ano de Blur. Foi quando eu recebi um telefonema para me juntar à JAK films (estúdio interno da LucasFilm) pra trabalhar com George Lucas no que seria seu próximo filme de Star Wars.

O ano e meio no Rancho Skywalker passou voando. Eu estava tendo a vida perfeita, criando o design para um filme que não apenas moldou e influenciou minha carreira, mas também de todo o universo de filmes de ficção científica e dos games.

Hora da virada: empreender e crescer

Em 2003 eu retornei para Los Angeles e me juntei à NC Soft como Diretor de criação. Eu viajei por todos os EUA e Corea sendo bombardeado por vários projetos de desenvolvimento de games. Durante esse tempo eu também criei meu próprio estúdio, chamado Feng Zhu Design. Pela FZD nós trabalhamos em projectos como Transformers e Batalha dos Anjos, de James Cameron, além de muitos projetos para video games.

Todos têm um ponto em sua carreira no onde sentem uma urgência em fazer algo diferente. Isso aconteceu pra mim no verão de 2006. Minha esposa e eu decidimos nos mudar para Pequim, China, e criar nosso próprio estúdio de desenvolvimento de jogos. Nós passamos de 6 pessoas para mais de 60 em menos de dois anos.

As oportunidades na Asia nessa época eram gigantescas. Eu sabia que teria de ficar neste lado do globo. Em 2009 eu vi um grande espaço na área de educação para concept design, especialmente quando se tratava de design de entretenimento. As indústrias de games e filmes estão explodindo aqui na Ásia, mas não há escolas na região para fornecer o tipo correto de educação. Foi a’que eu decidi criar a FZD School of Design em Singapura.

Você ainda continua trabalhando em projetos fora da FZD School?

A FZD é contactada frequentemente para projetos de design, mas eu simplesmente não tenho tempo.para eles. Meu foco agora é tornar minha escola no melhor centro de design em entretenimento na Ásia – e isso não é uma tarefa fácil :)   Mesmo com isso tudo, se um bom amigo ou cliente bate à minha porta, eu acabo aceitando em alguns casos. Recentemente eu finalizei os designs para um game MMO e também alguns designs de veículos para o Tron Legacy, da Disney.

Há um perfil médio dos alunos da FZD School? Como eles chegam em termos de habilidades artísticas e quais são as dificuldades mais comuns que sentem quando eles começam as aulas?

A maioria dos estudantes já frequentaram outras universidades antes de entrar na FZD School. Eles estudaram modelamento 3D, animação e design gráfico. No entanto, nenhum desses cursos os tornaram concept designers. As habilidades artisticas e de design variam muito entre nossos alunos. Obviamente, isso tem origem na bagagem de informações recebida por cada estudante na sua infância. Aqueles que desenharam muito tendem a ser muito melhores quando atingem seus vinte e poucos anos.

Uma das dificuldades mais comuns encontradas pelos nossos alunos é a habilidade de se dedicarem 100% do tempo e energia para a escola. Na Ásia, a maioria dos jovens membros da família vivem com seus pais até eles se casarem. Como resultado, as distrações no lar podem mesmo afetar os estudantes. Nos EUA a maioria de nós se muda aos 18 anos, e aí estamos por nossa conta. Esse tipo de independência nos ensina a ser responsáveis por nossas ações. Na Ásia essa responsabilidade é bem menor, portanto, a dedicação ao estudo também cai um pouco. No entanto, a maioria dos estudantes entra “no clima” depois de 4 ou 5 meses na FZD. Eles se acostumam aos horários e à importância de uma boa educação. Eu levo minha escola de forma muito similar ao modelo ensinado na ACCD e Gnomon. Não é fácil, mas se os estudantes querem realmente, eles são bem-vindos a se juntarem nesse difícil caminho.

(trabalho do aluno Chee Woon Tze. Classe primeiro termo)

Aqui no TheConceptArtBlog nós traduzimos e reproduzimos um texto seu chamado “A importância do Desenho”. Desde então, nós temos sempre muitos comentários dos nossos leitores nos dizendo como eles se sentem mal por terem parado de desenhar e como desejam voltar a desenhar de novo. Por favor, comente um pouco sobre essa reação emocional das pessoas. Você já percebeu isso?

Fico feliz em saber que seus leitores curtiram o artigo, e obrigado por traduzi-lo. Eu tive sorte de ter pais que me entenderam a importância da arte e do design. Eles me deram a liberdade não só para desenhar, mas educaram minha mente me levando a museus e me comprando livros. O importante aqui não é o ato do desenho, mas o desenvolvimento de uma biblioteca visual. Por exemplo, na maioria das escolas de design há sempre 1 ou 2 estudantes que se destacam muito mais rápido que os outros na classe. Eles geralmente ultrapassam os outros na metade do curso e seguem para se tornarem designers de sucesso.

Então a questão é por quê a classe toda não pode ser como esses 2 estudantes? Isso é pelo talento natural, sorte, trabalho duro?  Na verdade é a combinação de todos esses mais um factor muito importante: a biblioteca visual. Em outras palavras, quanto do mundo é visualmente armazenado dentro da mente de cada pessoa. Com mais imagens, mais essa pessoa entende as formas. Uma vez que eles aprendem as regras  fundamentais de desenho, iluminação e etc., eles podem por todas essas imagens para funcionar.

Isso leva anos (uma vida inteira realmente) para criar uma solida biblioteca visual. Aqueles que começaram jovens terão uma imensa vantagem sobre os que pararam bem mais jovens. O melhor jeito de desenvolver essa biblioteca é desenhando e lendo livros. Eu sei que isso está ficando um pouco longo, mas essa é uma questão muito importante. Deixe-me explicar usando um exemplo. No caso 1, o estudante parou de desenhar e ler aos 12 anos. Daí, sua biblioteca visual também aos poucos vai diminuindo (o desenho amplia drasticamente sua memória e compreensão). No caso 2, o estudante nunca parou de desenhar e continua a ampliar a biblioteca na sua mente. Agora, ambos os estudantes entram numa escola de design aos 25 e pedem para que eles desenhem um castelo.

Para o estudante número 1a compreensão da biblioteca visual de um castelo parou aos 12. Então, o que existe na sua mente é pode ser uma muito genérica e infantil compreensão de um castelo (como quatro torres com telhado de cone e uma bandeira pendurada no topo). Para o estudante numero 2, ele compreende as proporções de um castelo de verdade e a complexidade de sua estrutura. Quando ambos os estudantes começam a desenhar, o design do número 2 será mais convincente em termos de forma, desenho, funções e etc..  Muito embora ambos possam saber perspectiva para desenhar um castelo corretamente, há 13 anos de espaço entre a sofisticação de seus designs.

Nos últimos meses nós temos destacado no blog muitos cursos online na área de entretenimento, como Gnomon CG Masters Workshop, Schoolism and Stan Winston School. Isso é algo que você pretende oferecer num futuro próximo na FZD? Conte-nos também um pouco da sua experiência com os videos do Design Cinema. Você teve um bom retorno dos seus leitores?

Eu sempre adorei compartilhar meus trabalhos com a comunidade. Há muitos jovens garotos e garotas que querem trabalhar na indústria do entretenimento. Para a maioria deles, aprender on-line pode ser um grande começo. No momento eu não tenho planos de criar uma escola on-line.

É também muito difícil ensinar métodos tradicionais pela internet, uma vez que há zero interação entre estudantes e instrutores. Talvez quando a tecnologia melhorar nós possamos fazer algo nesse sentido. Eu criei o “design cinema” puramente para inspirar as pessoas a desenharem. A resposta até agora tem sido ótima. Eu planejo continuar a compartilhar todo e qualquer conhecimento que eu possa através desses vídeos.

(trabalho do aluno Tong Xin Wen. Classe segundo termo)

Nos dias 16 e 17 de outubro nós teremos aqui no Brasil um evento focado em arte digital chamado PixelShow, no qual teremos como palestrantes Bobby Chiu e Kei Acedera, do Imaginism Studio, e Jason Manley, do ConceptArt.Org, todos comentando sobre Concept Art. Você os conhece pessoalmente ou seus trabalhos? E voccê acredita que a vinda desses artistas pra cá possa ser um bom sinal em direção à melhoria desse mercado aqui no Brasil?

Eu não conheço o Bobby Chiu, mas eu encontrei Jason muito tempo atrás, quando ele trabalhava num estúdio em Irvine. Ele tem uma imensa paixão pela indústria e é ótimo ter alguém como ele compartilhando sues conhecimentos. Seu fórum tem inspirado milhares de jovens a ter interesse em arte e design. E isso é ótimo! Por favor, diga ao Jason que eu mandei um alô.  : )

Como empreendedor, qual sua impressão sobre o mercado de games no Brasil para os próximos anos? Você já onsiderou montar uma escola ou uma parceria paa termos aulas da FZD por aqui?

Eu ouço sobre a indústria no Brasil desde 1999, quando havia um fluxo de bons artistas de quadrinhos publicando seus trabalhos nos EUA. Então eu sabia que a indústria de design iria se expandir também. Atualmente nós recebemos vários contactos do Brasil, então o nível de interesse parece alto. Como o maior país da America Latina, a geografia, cultura e história do Brasil o faz o lugar perfeito para o surgimento de novos designers. A Amazônia sozinha já é suficiente para preencher uma biblioteca visual.

Com certeza eu tenho interesse em conversar com alguém sobre a construção da indústria do design no Brasil. Issotudo começa com uma boa educação e agora é a hora perfeita. Talvez essa entrevista vá incentivar algumas pessoas ou companhias a tomarem a liderança. Eu sou uma pessoa muito fácil de se encontrar, então por favor, falem comigo.

Nosso blog tem uma área especial que destaca o trabalho de vários artistas pelo mundo chamada ARTETOP. Se você ver, poderá notar que omo os trabalhos de artistas brasileiros se equivalem aos estrangeiros. No entanto, como você deve saber, a área de games aqui no Brasil é muito limitada, pra não dizer engatinhando. Então, qual suas dicas para se manter motivado num ambiente de trabalho tão instável como esse?

Isso não é diferente de Singapura. Há muitos artistas e designers talentosos por aqui, mas a indústria simplesmente não existe para dar suporte. A solução por hora é trabalhar em outros países com forte bagagem em entretenimento (EUA, Japão, Coréia, Canadá, Reino Unido e etc.). Talvez depois de uns 5 ou 10 anos esses artistas e designers.possam retornar ao Brasil e trazer de volta toda sua experiência internacional. É essa experiência que traz valor para uma companhia. E uma vez que uma empresa (mercado) tem valor, o governo prestará mais atenção.

Para se manter motivado, construe um bom portfolio e tente alcançar um cargo de alta posição num estúdio international como ILM, Pixar, Blizzard, Bioware e etc.. Essa é uma bela meta para alcançar. Afinal, não tem jeito melhor de se manter motivado e competitivo do que esse, certo?

Alguns meses atrás a FZD School teve sua primeira turma de formandos. Você pode notar algo no curso que você gostaria de mudar ou melhorar?

Eu fiquei muito orgulhoso dessa primeira turma de graduandos. Eles trabalharam muito duro para alcançar esse ponto, e alguns deles construíram um portfolio impressionante. Para as próximas turmas eu continuarei a forçar o máximo para a mais alta qualidade internacional. Para obter isso estudantes terão de trabalhar mais ainda e perder mais noites de sono. No entanto, continuaremos motivando-os com mais demos bacanas, bate-papos e wokshops. Eu espero que o nível de qualidade continue subindo ano após ano.

A FZD tem alunos estrangeiros atualmente?  Se sim, de onde eles vêm?

Levou todo um ano para receber a aprovação do governo para aceitar estudantes internacionais (não é fácil obter concessão oficial de VISAS), mas eu estou bem satisfeito de que conseguimos resolver toda a papelada, porque agora nós temos um grande número de estudantes internacionais talentosos e apaixonados na FZD. Eles vêm de todo o mundo, como Canadá, USA, Philipinas, Malasya, China e Alemanaha. (e logo logo Brasil? Será?)

A permissão do consulado de Singapura para a permanência de brasileiros é de apenas 1 mês. É possível aumentar esse tempo para estudantes brasileiros que queiram ingressar nos cursos de 6 semanas ou mesmo nos diploma de tempo integral? A FZD dá algum tipo de auxílio nesse processo?

Como uma instituição privada registrada no ministério da Educação de Singapura, se você se inscrever no diploma em tempo integral da FZD a nossa escola lhe dará assistência na obtenção do VISA. No entanto, para os cursos de curta duração o governo não fornece VISA. Se você visitar Singapura, pare na FZD e veja os trabalhos dos nossos estudantes.

(trabalho do aluno Tong Xin Wen. Classe terceiro termo)

A FZD tem planos de oferecer bolsas de estudo para estudantes estrangeiros ou algum concurso para sua obtenção?

Certamente temos planos para isso no futuro. É importante não deixar que o valor de um curso fique no caminho de um talento individual. Entretanto, nós somos uma empresa, e é importante manter nossas contas, especialmente porque nossa escola é muito jovem. Esperamos poder oferecer bolsas de estudo em alguns anos (talvez antes).

Agora falando sobre os cursos de 6 semanas. Algumas escolas ou estúdios que oferecem cursos na mesma área tem cursos de 10 semanas. Alguns podem ter a impressão de que mesmo as 10 podem não ser suficientes. Qual é sua resposta para esse tipo de questionamento? É possível melhorar realmente nesse tempo?

Eu não acredito que longos cursos equivalem a melhor formação. A qualidade do conteúdo é o que cada estudante deveria considerar quando escolhe sua escola. O que fazemos em nosso curso de 6 semanas é passar a maior quantidade de informação possível. Então, aí é com o estudante utilizar essa informação do modo que ele escolher. Uma rápida dica ou demo pode mudar completamente o processo de trabalho de um indivíduo.  Tempo é apenas mais um fator quando se trata de prática. A evolução virá apenas com prática, e isso precisa durar além da aula. Não se trata de 6 semanas, 10 semanas ou mesmo 1 ano. O tempo necessário para praticar deve levar a vida toda. Meu vídeos Design Cinema devem dar aos seus leitores a chance de ver como eu ensino. Mesmo em um video de 10 minutos do Youtube há informação suficiente para meses e meses de prática.

Feng, com todo respeito, por favor nos esclareça, por que diabos os artistas asiáticos são tão bons quando se trata de desenho e pintura? Quais são seus segredos? : )

hahaha. ótima pergunta!  Realmente, como eu cresci em Los Angeles eu fui sempre rodeado por um grupo de amigos de várias nacionalidades. Eu geralmente sou o único asiático tabalhando nos estúdios de design. No entanto, eu seu o que você quer dizer. Eu vejo muitos talentosos artistas asiáticos por aí. Talvez isso se deva aos pais?!? Pais asiáticos sempre querem que seus filhos sejam os melhores, e os pressionam para isso. Asiáticos também tendem a ser mais competitivos entre eles.

O meu segredo é me manter inspirado. Encontrar algo na vida que você quer e trabalhar duro para conseguir. Por exemplo, eu quero comprar um ex jato militar e voar com ele a 100.000 pés. Isso é um sonho gigantesco, mas não é impossível de conseguir, certo?

(trabalho do aluno Frédérick Rambaud. Curso de 6 semanas)

Pra finalizar, nos conte um pouco sobre o futuro da FZD School. O que você está aprontando agora?

Meu objetivo é fazer da FZD uma das melhores escolas de Entertainment Design da Ásia. Além de video game e filme, eu também quero expandir para a área de desenho de produto, mas com um foco em entretenimento. Eu espero ter um campus muito maior em 5 anos e começar algumas unidades satéllites pelo mundo. Nesses locais terão só os cursos profissionalizantes, mas os melhores estudantes dessas escolas receberão uma bolsa para a sede da FZD em Singapura. Eu já dei início ao processo para por em prática essas idéias. Talvez eu precise fazer uma viagem ao Brazil em breve ?!?  :)

Bem Feng, nós já tivemos muito do seu tempo. Novamente, nós estamos muito agradecidos mesmo pela entrevista. Você tem algum último comentário ou mensagem paa seus fãs aqui no Brasil?

Obrigado novamente pela entrevista. As perguntas que vocês fizeram foram muito bem elaboradas. Perdoem se as respostas foram um pouco longas. Para os leitores: busquem seus sonhos. Não deixem que ninguém os impeça. Nós trabalhamos numa indústria que é muito pouco compreendida pelas pessoas de fora, mas é uma experiência compensadora quando você consegue.

Bom, é isso. Tudo de bom pra você e pra sua escola Feng. Nós esperamos poder ver alguns brasileiros frequentando a FZD em breve. Continue mantendo esse magnífico trabalho cara! Abs!

 

Para saber mais, acesse o site da FZD School of Design

Agradecimento especial à Elvira G., que foi tão prestativa e gentil, nos auxiliando e nos colocando em contato com Feng Zhu e nos fornecendo toda a informação necessária.

A entrevista original, em inglês, você pode ver AQUI (.doc)

OUTROS POSTS QUE PODEM SER DE SEU INTERESSE: