Composição. Tenho pra mim que esse é um tema realmente complexo. Envolve saber o que se deseja contar numa cena, como transmitir as emoções nela contida, como direcionar a atenção do observador para os pontos de interesse e ainda como usar as melhores formas para facilitar essa compreensão.

Nada simples, realmente. Mas nada que não possamos dominar com tempo e treino. Certo?

Por isso, hoje resolvi fazer um post um pouco diferente, e compartilhar com vocês de forma rápida como venho fazendo meus estudos de composição. Talvez isso ajude quem está meio perdido e não sabe nem por onde começar. Assim espero.

Primeiro algumas imagens:

Bem, é importante saber que todas essas imagens não levaram mais do que alguns poucos minutos para serem feitas. E é assim que deve ser. Thumbnails servem para isso mesmo: gerar dezenas de idéias rapidamente.

Outro ponto importante: por definição os thumbnails devem ser pequenos. E quando digo pequeno, quero dizer PEQUENOS MESMO. Algo em torno de 6×3 cm já está bom (considerando que está fazendo num caderno, com caneta ou marcador). Por quê? Porque fazendo assim não nos preocupamos com detalhes. O importante nesse estudo é pensar nas formas (shapes) e criar formas diferentes, que normalmente não criaríamos se já pensássemos nelas como objetos (um prédio, uma árvore, um veículo, uma nave espacial e etc.).

Vejam novamente os thumbnails. Até podemos facilmente reconhecer algumas formas, como escadas, árvores ou morros, mas garanto que isso foi realmente aleatório. O interessante desse método é que em boa parte desses “rabiscos” acabamos reconhecendo algo que nos é familiar e que podem render uma boa composição. A partir do momento que a reconhecemos, aí sim podemos trabalhar com essa composição em mente e acrescentar detalhes, definir primeiro plano, plano intermediário e background, identificar os pontos de interesse, pensar em iluminação, perspectiva, cores, etc., etc…  Tem muita coisa ainda depois desse estágio, mas é um bom método para começo.

Peguei como exemplo dois trabalhos criados por James Paick e, ao lado, fiz alguns rápidos thumbnails só pra ilustrar o método.

Acho que deu para compreender, não? Tente também fazer isso com cenas de filmes, fotos que tem em casa, cenas que vê nas ruas. Funciona bem a acaba treinando nossos olhos para composições pouco comuns.  Então é isso. Espero ter ajudado.

 

Imagem usada como referência: James Paick blog

 

OUTROS POSTS QUE PODEM SER DE SEU INTERESSE: